Sobre o Palestrante




Monja Coen

Reflexões sobre a vida.

PALESTRA

O momento decisivo.

Tudo na vida tem o momento certo para fazermos as coisas e se deixarmos passar, pode ser que nunca volte esta oportunidade.
Monja Coen vai fazer reflexões sobre fazer sempre o seu melhor, sobre autoconhecimento e as escolhas que devemos fazer diariamente, ter uma vida medíocre ou buscar uma vida plena.
Afinal, a vida é uma só e precisamos valorizá-la.

 

Quem é a Monja Coen:

Cláudia Dias Baptista de Sousa (São Paulo, 30 de junho de 1947), conhecida como Monja Coen Roshi, é uma monja zen budista brasileira e missionária oficial da tradição Soto Shu com sede no Japão. Monja Coen também é a Primaz Fundadora da Comunidade Zen Budista criada em 2001 com sede em Pacaembu, São Paulo. Seu pai era filho de portugueses e sua mãe oriunda de família paulista quatrocentona (Dias Baptista), de grandes proprietários de terra. Ela é prima de Sérgio Dias Baptista, Arnaldo Dias Baptista e Cláudio César Dias Baptista, mais conhecidos por seus trabalhos com a banda Mutantes.

Criada no Cristianismo, dedicou-se para estudar no Zen Center of Los Angeles em 1983, logo depois partindo para o Japão e convertendo-se à tradição budista deles no Convento Zen Budista de Nagoia, Aichi Senmon Nisodo e Tokubetsu Nisodo. Antes de ser religiosa, foi repórter em diversos jornais do Brasil.

De volta à São Paulo, em 1995, liderou atividades no Templo Busshinji, tornando-se a primeira mulher e a primeira monja de ascendência não-japonesa a assumir a Presidência da Federação das Seitas Budistas do Brasil por um ano. A Monja Coen é mais conhecida por fazer palestras, participar de reuniões e diálogos inter-religiosos e promover a Caminhada Zen, em parques públicos, projeto com objetivos ambientais e de paz.

Foto: André Genzô.


Fotos e Vídeos do Palestrante